Archive for Julho 2013

Sweet Pool. Visual novel yaoi 100% traduzida.


A galera do Yaoi Forever esta quase completando a tradução de mais uma visual novel da Nitro+Chiral, o Sweet Pool. De acordo com o fãs do estilo de visual novel onde tem garotos homossexuais (o yaoi), essa é uma das melhores visual novels do gênero da Nitro+Chiral.

O fansub "Yaoi Forever" já foi responsável pela tradução de varias visual novels do estilo, como: Togainu no Chi, Hadaka Shitsuji e o recente DRAMAtical Murder. Como da para reparar o Yaoi Forever é o fansub feito para a fujoshi que gosta de uma pornografia de boa qualidade, alem de jogos com a temática e historia bem construida, afinal estamos falando da Nitro+.

A tradução do jogo "Sweet Pool" esta concluída, porém a edição do patch ainda não. Ou seja, o fansub esta com o texto todo pronto e traduzido, agora só falta editar o jogo e criar um patch em inglês para o mesmo. De acordo com previsões do fansub o patch sai ainda no final desse ano.

link: http://sweetpool.heavenforum.org/f1-scripts

Posted in | Leave a comment

Custom Maid 3D tem suporte para Oculus Rift.


Mais cedo ou mais tarde a industria de eroges iria inserir essas nova tecnologia em seus jogos. Oculus Rift é uma nova tecnologia criada para jogos onde você coloca um óculos que funciona como a cabeça do personagem. Exemplo se você abaixar a sua cabeça, a cabeça do personagem no jogo também vai abaixar, se virar a cabeça para esquerda, o personagem também fara o mesmo movimento.

Ou seja, o realismo é bastante aumentado, você não move mais a câmera da visão do personagem com o mouse, você faz isso com gestos e sem lentidão. Então basicamente você esta adentrando num universo onde as coisas normais nem sempre acontecem. Quem é apaixonado por eroge 3d com certeza vai adorar essa nova tecnologia nos seus jogos, com o realismo é aumentado e você se sente o personagem. Mas como nem tudo é perfeito, você não tem as "sensações" que o protagonista tem, ficando assim só com o visual.

Mesmo assim esse novo acessório pode ser um belo divulgador do Eroge 3D, que não anda tendo o mesmo impacto que as visual novels eroge tem no mercado. Caso queira saber mais sobre o que é Oculus Rift eu recomendo ver esse vídeo.

Posted in | Leave a comment

Dracu-Riot esta sendo traduzida para o português.


Recentemente recebi uma mensagem na fanpage do blog, onde o responsável pelo Sigma Subs informou que esta traduzindo a visual novel de Dracuriot.

Como sabemos é raro aparecer fansubs brasileiros de visual novel, onde grande parte dos que aparecem simplesmente deixam de existir, ou não dão mais noticias depois de um tempo. Mas com a popularização desse tipo de jogo no ocidente, o interesse dos brasileiros em traduzir visual novels só tem de a aumentar.

Infelizmente por aqui ainda é algo muito nicho, enquanto em outros locais já esta sendo um produto visto com mais seriedade, não é a toa que ate jogos como Daganronpa estão sendo licenciados no ocidente. Enfim, como o próprio site informa, o projeto ainda esta no inicio e o Sigma Subs esta em busca de pessoas interessadas em traduzir o projeto.

Para mais informações sobre a tradução e o jogo acessem os links abaixo.

Sigma Subs
DRACU-RIOT vampiros só no nome mesmo

Posted in | 5 Comments

O MOE aplicado nos jogos é algo ruim? Até que ponto garotas bonitinhas interferem num jogo?


Garotas sensualizadas e fofinhas no universo da animação japonesa é algo relativamente normal. Não é de agora que isso é usado na animação japonesa e que dividi muito bem o publico que ama e odeia esse estilo.

Na minha opinião animes muito focados no moe e garotas fofinhas é algo que me irrita profundamente. Porém o objetivo desta postagem não é falar do estilo aplicado nos animes e sim como isso funciona nos jogos japoneses. Sempre tive um certo preconceito em jogos que "explodem" com coisas coloridas e garotas bonitinhas gritando desesperadamente como se estive-sem sendo estrupadas.

Mas como nos jogos a coisa costuma ser diferente, afinal você esta interagindo no jogo e não fica só acompanhando a vida cotidiana dos personagens. Um dos jogos que fez mudar um pouco meu preconceito em relação a esses tipos de jogos foi Touhou. O jogo Touhou é um shotting game onde você sai voando com garotas fofinhas e sai destruindo fadas e monstros, onde no final de cada fase aparece um boss; onde é uma garota fofinha que fala coisas desnecessárias.

Uma das coisas que mais gostei no Touhou é o seu forte fator de replay. Você tem varias dificuldades: Easy, Normal, Hard e Lunatic. Os bosses em seus golpes especiais usam o tal de "Cards", onde se você sobreviver ao ataque sem morrer (obvio) e não usar bomba, o card é adicionado a sua lista de cards com o seguinte nome e dificuldade que foi habilitada. Dependendo da dificuldade os bosses podem usar magias mais difíceis e cards mais raros e difíceis de conseguir. Alem que o jogo tem records que anotam tanto o sua pontuação em determinado level, alem de quantas horas você já passou jogando aquele jogo de Touhou.


Touhou é um prato cheio pra quem busca uma boa jogabilidade e desafio. Porém Touhou não foi o único jogo com esse fator de garotas bonitinhas. A franquia de jogos Puyo Puyo com sua jogabilidade simples é um jogo que até hoje domina os arcades japoneses. A franquia surgiu em 1991 através do JRPG "Madou Monogatari" da Compile.

Os jogos pegam as garotas moe que aparecem nesse RPG e inserem dentro desse jogo chamado Puyo Puyo. A jogabilidade é necessariamente justar quatro ou mais slimes de mesma cor para fazer eles sumirem, onde fazendo isso, é enviado slimes fantasmas para o campo adversário que só somem caso o mesmo formar quatro ou mais slimes próximos a esse slime fantasma para fazer ele sumir. No jogo da para formar combos de slimes para derrotar mais rápido o seu adversário.

Para quem está começando a jogar recomendo começar pelo Puyo Pop e Puyo Pop Fever do Game Boy Advanced. O jogo não tem misericórdia pra quem esta começando, muitos menos nas versões de arcade e de Mega Drive e Super Nintendo. Mesmo o jogo tendo uma quantidade grande de personagens fofinhas que gritam desesperadamente, ele consegue atender as expectativas de quem busca uma boa jogabilidade e diversão.

Apesar que a franquia Puyo Puyo é algo que fez mais sucesso entre os japoneses, e não tem um publico tão forte no ocidente. Se foi por falta de investimento ou de interesse do publico ocidental, eu desconheço. Mas se você gosta de Puzzles com bons elementos de Estrategia de uma jogada nessa franquia, e espere morrer bastante nesse jogo.


Um dos jogos que mais me surpreendeu recentemente foi o Hatsune Miku: Project Diva. Nem tinha muita fé no jogo, afinal nunca fui muito fã de vocaloids. Mas como a Sega estava responsável pelo jogo eu decidi dar uma jogada e não me arrependi. Um outro jogo que também apela pra esse elemento mais costuma adicionar um forte erotismo foi o Burunyanman Portable. Porém diferente de muitos que seguem essa linha o jogo de shotting game consegue ser divertido e desafiante alem de ter uma boa trilha sonora.

Como sabemos esses jogos que eu falei são exceção a regra e como podemos ver em sua maioria que sai no Japão tem como objetivo agradar em uma única coisa o moe e erotismo. E por incrível que pareça esses jogos vendem bastante no Japão, mesmo não tendo nenhuma boa jogabilidade, trama ou trilha sonora que salve o jogo.

Mesmo que o jogo seja péssimo em jogabilidade, trilha sonora e diversão. Ele investe em agradar em outros aspectos como o moe e erotismo bem executado. Tem um publico forte que gosta desse tipo de jogo, ele não quer ter nada frustante, ele quer simplesmente vivenciar esse universo com essas personagens que sempre são graciosas e fazem coisas bonitinhas e sensuais. Esse tipo de jogo vende muito no Japão, mas como sabemos jogos assim não costumam chegar no ocidente, tanto por falta de interesse do ocidente quanto do oriente em vender esse tipo de jogo aqui.


Temos os jogos que são meio termo também e conseguem agradar tanto na jogabilidade quanto na sua proposta de ser excitante com as personagens. Bons exemplos de jogos como Disgaea e Summon Night que consegue ser bons RPGs e ter garotas bonitinhas, mas sem estragar o bom desenrolar do jogo.

Disgaea foi um dos que conseguiu permanecer com um forte publico no ocidente e até hoje vender bastante no ocidente, mesmo tendo alguns elementos e piadinhas sexuais bastante presentes. Por outro lado Summon Night não se deu muito bem no ocidente, infelizmente.

Como disse no inicio da postagem eu não curto muito o estilo MOE em si, acho algo bem chato quando inserido ao extremo num anime e manga. Principalmente em anime por investir apenas em situações que explorem essa adoração por essas garotinhas fofinhas. Num jogo em certas situações podem agradar bastante sem prejudicar a jogabilidade e sendo apenas um contraste para o jogo, o que não deixa de ser algo bom. Mas como sabemos, esse estilo é muito usado para fazer jogos que peguem o publico que é fã desse estilo de animação e não para agradar uma gama de jogadores.


Eles querem um publico certo, e não veem necessidade de investir seu dinheiro em outros elementos do jogo. Não vejo problema nisso, afinal assim como nos animes e filmes, sempre tem um publico alvo. Porém isso criou a fama que todo o jogo que tem esse elemento é necessariamente ruim, onde sabemos que isso não é verdade. Mas estamos tão acostumados a ver jogos meia boca com moe e erotismo exagerado que logo vemos como um jogo descartável e sem importância. É difícil encontrar um jogo proveitoso no meio de tantos com esse estilo, mas sempre existem exceções.

É ate difícil falar desse tema (moe). Sei que tem um publico que curte isso no ocidente, e que de certa forma é muito criticado, muitas vezes por besteira em relação a esse gosto. Gosto não se discuti, eu só acho o estilo chato por endeusar muito uma personagem desnecessariamente e quase não ter desenrolar na historia e na vida cotidiana do personagem. Enfim qual sua opinião em relação ao moe nos jogos e animes? Como você analisa jogos que apelam para esse estilo?

Posted in | 1 Comment

Danganronpa. Fansub vai continuar traduzindo.


Como o Danganronpa foi licenciado no ocidente, é normal o fansub parar de traduzir para evitar processo por violação dos direitos autorais.

Porém como sabemos o jogo no momento só vai sair para o PS Vita, e só a primeira versão do jogo foi anunciada, enquanto a versão japonesa do mesmo jogo para PS Vita vem com dois jogos da franquia. Mesmo assim o fansub responsável disse que vai continuar a traduzir, mas infelizmente ainda não vai começar a traduzir o Super Danganronpa 2.

Entretanto se a empresa que esta trazendo o Danganronpa para o ocidente não demonstrar interesse em lançar o segundo jogo, eles vão traduzir o mesmo da versão de PSP. Enquanto isso eles vão traduzir outras coisas da franquia de Danganronpa como a light novel "Danganronpa Zero", os Drama CD entre outros projetos.

Para mais informações acesse o site do fansub responsável.

link: http://danganronpa.wordpress.com/2013/07/14/plans-for-the-future/

Posted in | 2 Comments

Yumina the Ethereal e Harukoi Otome chegam no mês de agosto no ocidente.



O mês de agosto promete ser um mês bem satisfatório para os consumidores de eroge. No próximo mês tanto a Jast Usa como a Manga Gamer vão lançar jogos para o ocidente, onde ambos são jogos bem aguardados e que passaram mais de um ano para serem traduzidos.

Yumina the Ethereal é uma visual novel de RPG onde alem de você ter que conquistar uma garota do jogo, você pode evoluir seus personagens lutando contra monstros. Certamente é o jogo mais aguardado do mês de agosto, e sera uma das visual novels que pretendo jogar assim que sair no ocidente. E espero que a Jast Usa não perca a oportunidade de lançar outros jogos da empresa Eternal.

A empresa tem bons jogos, e espero que tenhamos no futuro RPGs como: Kikouyoku Senki Gin no Toki no Corona e Nega0 ~Negative Zero~. Afinal já foi mais que provado que o publico de visual novel no ocidente gosta de visual novel com elementos de RPG. Temos provas como Princess Waltz e Lightning Warrior Raidy que venderam muito bem por aqui. Alem da bela recepção depois da tradução de um fansub do jogo Kamidori da Eushully onde muitas pessoas comemoraram.

Por outro lado temos o Hakuroi Otome da Manga Gamer que é da BaseSon a mesma do jogo Koihime Musou. Essa visual novel tem todos os clichés de um romance padrão numa visual novel. Porém é feito por uma empresa bem competente do mercado, e pode agradar muito aqueles que não gostam de RPG e querem se divertir num slice of life tranquilo. Vale lembrar que em ambos os sites estão com a pre-order do jogo a venda, então quem tem a intenção de ter o jogo o mais rápido possível pode fazer a compra dos jogos nos respectivos sites.

Posted in | 1 Comment

Namco High. O jogo vai ser um simulador de namoro para navegador.


Recentemente a Namco Bandai, anunciou o desenvolvimento de um novo jogo. Só que em vez de ser para consoles, eles vai ser jogado no browser, ou seja no próprio navegador.

A proposta do novo jogo vai ser um datting sim com personagens da empresa Namco Bandai. Ou seja, a ideia é inserir personagens de franquias famosas como "Tales Of" e ate mesmo personagens recentes da empresa como "Ore no Imouto".

O poster mostrando uma grande escola já da uma ideia do que esta por vir. Provavelmente vamos ver muitos elementos de visual novel nesse jogo de browser. Porém no momento nada foi anunciado sobre uma futura versão desse jogo para o ocidente, e dependendo do estilo do jogo é bem difícil que saia uma versão para o ocidente no futuro.

Posted in | 2 Comments

If My Heart Had Wings. O patch +18 esta pronto.


A visual novel lançada recentemente pela Moe Novel "If My Heart Had Wings" que veio cheio de censura. Ganhou um patch não oficial feito por fãs que remove a censura do jogo.

Basicamente as cenas e textos originais foram corrigidos, mas como o jogo original não veio com cenas de sexo, logo essa parte vai continuar sem existir no jogo. Vale lembrar que os saves do jogo original não são compatíveis com o patch, logo você vai ter que começar o jogo do zero. Enfim se você comprou ou baixou o jogo o patch já esta disponível no link abaixo.

link: http://fuwanovel.org/novels/201

Posted in , , | 2 Comments

Shiny Days vai sair no ocidente pela Jast Usa.


Depois do lançamento de "School Days HQ" para o ocidente no ano passado, nada mais justo que lançar uma versão mais "light" do jogo o Shiny Days.

A Jast Usa desde o ano passado anda aumentando seus títulos, não anda indo numa velocidade satisfatória, porém os jogos escolhidos pela empresa são bons e estão agradando o publico. Para quem não conhece School Days e Shiny Days são jogos da Overflow onde a visual novel é toda representada em anime, e em certos momentos aparecem decisões para você tomar que vão determinar o final da historia.

School Days é um jogo bem polemico por apresentar bad endings bastante violentos. A franquia "Days" tem quatro jogos: School Days, Summer Days, Cross Days e Shiny Days. Não entendo porque a Jast Usa não esta seguindo na sequencia, mas pelo menos ela ainda se mostra interessada em lançar mais jogos da Overflow por aqui.

Posted in , , | 2 Comments

Reclamação de feministas em games tem sentido?


Não é um dos temas que acho interessante falar, afinal pra mim ficção é uma coisa e realidade é outra. Mas tirando essa minha opinião formada, decidi ver a discussão por um ponto de vista diferente. Em jogos ou animes as mulheres conseguem se identificar com as personagens femininas que estão presentes em determinado jogo ou anime?

Lembrando que essa é apenas minha opinião num ponto de vista masculino, caso queira expressar sua opinião pode fazer isso nos comentários onde isso vai alimentar o debate. Nunca me importei em qual público alvo jogo X era feito, desde que o jogo me agradasse já estava de bom tamanho. Porém como todo mundo tem sua forma de julgar, anda surgindo uma discussão até chata na internet sobre machismo nos jogos.

Onde a reclamação por parte do lado feminino é que as mulheres dos jogos são muito estereotipadas, onde faz que elas não se identifiquem com a personagem. Nem vou citar o caso Anita Sarkeesian que fez um documentário sobre esteriótipos nos games e simplesmente tratou o caso de maneira bem sexista.


Sabemos que inicialmente a indústria dos jogos foi feito mais para o público masculino. E que hoje o público feminino está bem mais presente no mercado que no início. Então não é surpresa em ver grupos feministas falando mal de vídeo games, afinal falam que Rei Leão é machista, imagina com jogos.

Quando vejo grupos muito extremistas como feminismo, vegetarianos, universal e cia. Nem levo a sério. Vejo muita reclamação e pouca diversão. Hoje em dia as pessoas reclamam mais que jogam. Sabemos que mulheres estereotipadas não se resume a jogos, isso tem no cinema, livros, quadrinhos e por ai vai. Antes de mais nada não vejo problema em esteriótipos em jogos. Jogo é ficção se queremos realidade é melhor assistir Datena em seu helicóptero gritando " Ei, focaliza a câmara ali no ladrão de calcinha".

Da mesma forma que mulheres são estereotipadas, isso não é diferente com personagens homens. Qual homem se identifica com Kratos por exemplo? E com personagens homens no geral dos vídeo games que andam sem camisa mostrando os músculos definidos que nem o lobinho do Crepúsculo.


Esteriótipo esta ai pra vender, afinal erotismo e sexo vende em ambos os públicos; tanto o masculino quanto o feminino. Porém nos jogos essa reclamação esta mais direcionada ao sexo, do que a história e jogabilidade. Apesar que o próprio público feminino busca jogos pra jogar. Afinal não gostou joga outro jogo simples assim.

Porém temos que ter personagens femininos onde as mulheres se identifiquem. No momento é difícil apesar que temos jogos que tem personagens fortes como em: Metroid, Remember Me, Final Fantasy. Jogos de RPG como Pokemon, Skyrim entre outros onde da para criar personagem feminino e masculino, além de se identificar com eles.

Como disse inicialmente não concordo muito com a visão feminista sobre os jogos. Porém todos tem direito de se manifestar, mas também da o direito de eu não concordar. Não sei como o público feminino vê os jogos, isso eu não tenho como dizer.


Mas antes de mais nada jogo é ficção e como ficção não pode ser levado a sério. Porém a critica feminista em relação aos jogos é um bom sinal. Isso mostra o poder de consumidor que as mulheres representam, e não duvido que surjam no futuro jogos feitos para mulheres com esteriótipos que agradam as mulheres, afinal já tem no cinema.

Esse blog tem como foco falar de jogos japoneses. E como sabemos no Japão, jogos feitos para determinado público é algo completamente normal: tanto em jogos quanto em desenhos, quadrinhos, filmes e até na pornografia. Da mesma forma que tem jogos para o público feminino com esteriótipos feito para esse público. Para o público masculino funciona da mesma forma.

Ai você diz que ter jogos para o público feminino assim no ocidente é algo que esta fora de nossa realidade. Não esta tão fora assim da realidade. De acordo com "The Entertainment Software Association" 45% do público gamer é constituído de mulheres, ou seja tem um bom mercado aí. A única coisa que falta é interesse de pegar justamente esse público. Eu acho mais fácil um grupo indie fazer um jogo feito exclusivamente para o público feminino do que uma empresa já antiga no mercado.


Não precisamos ter personagens femininas fazendo o papel de homens, como a princesa que salva o príncipe, a mulher que se vinga de quem matou seu namorado, mulher brucutu que mata um exercito sozinho. O que precisa é fazer bons jogos, que agradem a necessidade desse publico. Não precisa ter uma mulher masculina para salvar o mundo.

Da para aproveitar o melhor da personagem usando suas limitações e seus pontos fortes no jogo. Também da para arriscar em fazer jogos feitos para o publico feminino, afinal o publico esta mais forte que nunca. Minha única critica ai, é julgar o jogo como se a historia expressa la foste a maneira que o desenvolvedor ve as mulheres, ele esta justamente fazendo uma historia e desenvolvimento que va dar para agradar a grande maioria de jogadores e que va dar lucro a empresa, simples assim.

Falar de um assunto de sexismo em games é algo que vai longe. Aposto que cada pessoa tem seu ponto de vista em relação ao feminismo nos games. Caso queira expressar sua opinião é só comentar abaixo e ajudar a alimentar o debate.

Posted in , | 11 Comments

O primeiro jogo de Rance vai ganhar remake.


A empresa Alice Soft anunciou um novo jogo de Rance, que como sabemos "Rance" é uma franquia de jogos interminável da empresa.

Um dos eroge rpg mais populares do Japão vai ganhar um remake do primeiro jogo da franquia. Ou seja aquele lançado em 1989, onde as visual novels ainda tinham gráfico em sprites e as barras de textos eram incrivelmente simples. Como jogo bom não envelhece a Alice Soft vai aproveitar essa oportunidade para pegar novos fãs da franquia.

O novo jogo vai ser uma comemoração aos 24 anos do primeiro jogo, onde eles vão renovar tudo, mostrando CGs melhor trabalhadas, afinal naquela época as visual novels eram de 8 bits. Por incrível que pareça, remake sempre é bem vindo no Japão, principalmente de franquias famosas como Rance, que fez parte da infância de muita gente no Japão.

Ter um jogo novo, com novo sistema de combate, alem de um gameplay mais atraente vai fazer muitos jogadores se interessarem em começar a jogar um jogo da franquia Rance. Alem de os fãs mais antigos vão comprar para relembrar os velhos tempos do herói. O jogo vai chegar no dia 27 de setembro no Japão.

Posted in , | Leave a comment

Danganronpa foi licenciado para o ocidente. Porém é muito cedo pra ficar feliz.


Depois de duas semanas apos o lançamento do patch de tradução do jogo Danganronpa de PSP, foi anunciado que o primeiro jogo da franquia vai ser lançado em 2014 aqui no ocidente.

Ate ai tudo bem, afinal ter jogos como esse sendo lançados no ocidente não é todo dia que se ve. O problema é como isso esta sendo feito. O jogo Dangan Ronpa 1&2 Reload que vai sair para PS Vita nesse mês de outubro, vai conter os dois jogos num mesmo jogo. Ou seja você vai ter toda a saga do jogo no seu PS Vita.

Porém não vai ser isso que vai acontece para o jogo no ocidente. Eles só vão lançar o primeiro jogo para PS Vita e não o especial que vem logo com os dois jogos da franquia. A versão para o ocidente vai se chamar "Danganronpa: Trigger Happy Havoc" e no momento não tem planos para lançar o segundo jogo por aqui.

Mas se eles estão pegando justamente da versão de PS Vita eles estão basicamente lesando o consumidor. Afinal esse vai ser o primeiro jogo que vai ser um especial dos dois jogos no PS Vita, eles estão literalmente vendendo a metade do jogo no ocidente para caso se sair bem eles venderem o segundo jogo e assim obter o dobro do lucro. Não é uma atitude muito boa, afinal é só metade de um jogo que vai sair logo para um portátil pouco usado como o PS Vita.

É quase pedir para o consumidor consumir a versão pirata que esta disponível pelos fansub na internet e em vários trackers de torrent para qualquer um que ter interesse em baixar. E pra piorar, é para PSP onde muita gente tem em relação ao PS Vita e que não tem tantos problemas para destravar e jogar um jogo pirata. Ou seja tem grandes chances do lançamento do Danganronpa no ocidente passar batido o que é uma pena.

E com todo esse licenciamento, provavelmente a tradução do segundo jogo feito pelo fansub para PSP pode ser afetado no futuro e poderemos ficar sem a continuação traduzida.

Posted in , | 1 Comment

Little Witch Romanesque vai sair no ocidente.


Depois de tanta polêmica gerada em cima do jogo "Little Witch Romanesque" parece que o interesse em lançar o jogo no ocidente se tornou realidade. Um fansub chamado Seiha estava traduzindo o jogo, porém eles pararam pelo fato de terem colocado a tradução do jogo no kickstarter. E logicamente foi banido o projeto por ferir os direitos autorais.

Mesmo com toda a imagem negativa que o fansub mostrou do ocidente teve uma empresa que aproveitou o caso para lançar o jogo no ocidente que é a Jast Usa. Eles confirmaram que estão traduzindo o jogo para vender legalmente para o ocidente. Onde isso é algo muito bem vindo.

Provavelmente esse foi um dos motivos para o fansub Seiha deixar os seus patch de tradução offline. Sabemos que a Jast Usa tem a fama de demorar para traduzir visual novel, mas mesmo assim ela esta ganhando força com seus jogos e isso é bom para o mercado de visual novel no ocidente. O jogo demora pra chegar, mas temos a confirmação que ele vai chegar mais cedo ou mais tarde, e isso já é muita coisa.

leia tambem:

Fansub ganhando dinheiro com pirataria? Logico que isso não ia dar certo.

Posted in , , | Leave a comment

Hatsune Miku: Project Diva F 2nd. Novo jogo da franquia chega em 2014.


Parece que a Sega esta longe de abandonar a sua franquia de jogos de ritmo "Hatsune Miku: Project Diva". Recentemente a Sega confirmou que esta produzindo um novo jogo da franquia que no momento ainda continua sendo exclusivo dos consoles da Sony.

O jogo intitulado "Hatsune Miku: Project Diva F" vai ser exclusivo para o PS3 e PS Vita, onde vai sair apenas em 2014 no Japão. O pouco que foi informado é que o próximo jogo sera mais evoluído e profundo na jogabilidade. No momento o novo jogo não foi confirmado para o ocidente, a Sega esta aguardando o numero de vendas do "Hatsune Miku: Project Diva F" para PS3 que vai sair para o ocidente nesse mês de agosto.

Se tudo der certo e a quantidade de vendas for satisfatória, novos jogos da franquia Hatsune Miku podem chegar no ocidente, inclusive esse novo jogo que vai chegar em 2014.

Posted in , , | Leave a comment

Lightning Warrior Raidy 3 vai chegar no ocidente.


A franquia Lightning Warrior Raidy é um jogo eroge de rpg que conseguiu uma boa quantidade de vendas no ocidente, onde acabou sendo uma serie bastante proveitosa em relação ao seu país local o Japão. Com isso fez a franquia continua a sequencia para o segundo jogo que logo ganhou uma versão para o ocidente também.

E o processo não vai ser diferente. Em menos de um ano o terceiro jogo da franquia foi confirmada para sair no ocidente para Jast Usa, que no momento a empresa esta querendo ser a principal fornecedora de eroge no ocidente. Isso só mostra que o interesse pelo publico ocidental esta mudando, enquanto no inicio o otaku ocidental só tinha olhos para animes e mangas, essa visão se expandiu para os jogos japoneses.

Ainda não tem data de lançamento para o terceiro jogo, mas uma coisa é certa. Muitos fãs da franquia no ocidente comemoraram a noticia, a tradução pode demorar, mas temos a certeza que mais cedo ou mais tarde vamos ter esse jogo em mãos, para passarmos varias horas para evoluir e conseguir dinheiro para avançar no jogo.

Posted in , , | Leave a comment

Shonen. Um entretenimento ou um câncer?



Muita gente começa a conhecer a cultura japonesa através de seus quadrinhos e desenhos. Não é de agora que cada vez mais esse entretenimento esta se popularizando no ocidente chegando ate a competir com os quadrinhos americanos. Aqui no Brasil o termo anime e manga nem é tão estranho como era a 10 anos atras e hoje é bem mais comum do que se imagina. Porém no meio de vários gêneros e estilos de desenho e quadrinhos um gênero tem grande destaque no Brasil: o shonen.

Shonen significa necessariamente "homem jovem" que nos animes e mangas é usado para designar a um publico alvo, que seria o garoto jovem japonês, da mesma forma que shoujo é feito para o publico jovem feminino. Muita gente daqui usa shonen para designar a todo anime e manga que tem luta e se foca na ação, onde muita vezes tem uma historia simples de entender.

Porém o shonen é só o publico alvo e não o estilo do quadrinho e do desenho. Por exemplo um anime ecchi como Mayoi Neko Overrun! é considerado um shonen, pelo fato do foco do publico ser jovem. Mayoi Neko Overrun! não tem lutas que nem One Piece e companhia, é um slice of life com suas cenas picantes e o harem básico. O mais popular sem duvida é o battle shonen, onde seria basicamente aqueles animes e mangas que se focam nas lutas e na ação. exemplos: Ao no Exorcist, Accel World, Sword Art Online, Shingeki no Kyojin, Full Metal Alchemist.


Aqui no Brasil muitos amam o battle shonen (ate demais) e outros detestam: simplesmente por não gostarem do gênero e pelo fato dos fãs do estilo serem tão chatos quanto os jogadores de Minecraft do youtube. Mas enfim o battle shonen irrita muita gente pelo seu estilo ou por ter fãs chatos? Muito do que eu vejo é a simples rixa de gostos e estilos, principalmente do battle shonen contra ecchi, moe e companhia.

Enquanto o battle shonen gosta de acompanhar boas cenas de ação e bons combates, o publico de ecchi e moe gosta de algo mais "parado" com o desenvolvimento da vida cotidiana e boas cenas de erotismo com as personagens femininas. Um valoriza os combates e o outro valoriza as personagens. De certa forma tem uma diferença de gosto e publico, onde muitas vezes fazem as pessoas entrarem em grupos onde ficam degladiando entre os demais.

Cada um faz o que acha mais conveniente, e não é segredo que sempre gostei mais de quadrinhos de battle shonen. Sempre gostei bastante da Shonen Jump e seus quadrinhos que beiram ao infinito e ao alem, acho uma boa leitura e me diverte bastante. Sempre curti algo mais porradeiro, não é a toa que gostei de um Freezing, Queen's Blade, High School of the Dead e High School DxD por apresentar umas lutinhas contrastando com boas cenas de erotismo.

Na minha opinião o battle shonen e ecchi tem seu publico e estilos. Não entendo essa disputa para dizer qual o melhor estilo. Não é porque eu gosto de battle shonen que quer dizer que tenho que fazer parte de um grupo e ser contra o ecchi e seu publico. Da mesma forma que se gosto de ecchi não preciso entrar num grupo para ser totalmente contra o shonen e seu publico.

Não se limite a um grupo ou a um estilo, você vai deixar de conhecer outros pontos de vista da animação japonesa. Não gosta de de battle shonen e seu estilo? É só não assistir. Não gosta de ecchi? Busque outra coisa. Mas faltar com respeito com quem gosta de determinado tipo de anime, nesse ponto esta errado. Da mesma forma que você tem direito de gostar de determinando tipo de animação, o outro tem o mesmo direito.


Querendo ou não anime e manga é algo que leva os fãs muito para o lado da "adoração". E muita gente não sabe lidar com isso, e uma simples brincadeira pode fazer a pessoa se irritar muito facilmente, partindo logo pra agressão e a te xingar muito no twitter. A pessoa não sabe falar "não gostei" ela tem que partir logo "isso é uma mer..." justamente para atacar determinado grupo e provocar confusão.

Não vejo o battle shonen como um câncer ou um grande mal ao entretenimento japonês. Ele é simplesmente um estilo que consegue agradar uma grande quantidade de pessoas no Japão e no mundo, e no momento um roteiro mais simples com batalhas épicas esta agradando mais as pessoas e isso não é ruim. Quanto mais pessoas se interessam pelo entretenimento japonês, mais visibilidade da a sua cultura, jogos e ao seu estilo de vida.

Não importa se é modinha, é bom que seja modinha é a prova que esta fazendo sucesso e quanto mais quadrinhos tivermos no mercado melhor. Isso é só meu ponto de vista do que vejo as pessoas discutindo sobre shonen, é um assunto que da um longo debate.

Na sua opinião o que você acha do Shonen. Ele prejudica o entretenimento japonês ou o problema não é o estilo e sim as pessoas?

Posted in | 7 Comments

Hatsune Miku: Project Diva. Jogo divertido e viciante.


Para quem acompanha o blog e já leu minhas notícias sobre os jogos de Hatsune Miku deve saber que não gosto de vocaloids. Nunca me interessei pelos vídeos que os mais experts faziam com o programa, da mesma forma que nunca vi graça nessa garota com seus longos cabelos cor de menta.

Depois de todo esse "boom" na mídia e a Sega ter investido em jogos de ritmo da franquia a popularização da série só fez aumentar onde até mesmo o público ocidental se interessa pelo jogo, onde mesmo foi feito para agradar japoneses. E depois de analisar o grande interesse do público ocidental pelo jogo, eles estão finalmente traduzindo "Hatsune Miku: project diva f" para o PS3 em inglês.

Com a melhora dos emuladores de PSP decidi fazer um teste no jogo; afinal é da Sega. E como a Sega tem a fama de fazer jogos com jogabilidade divertida e bem ao estilo arcade, provável que deixariam o jogo com essa principal característica: o que acabou deixando. Mesmo em menus completamente em japonês não tive dificuldade em localizar os principais menus para começar uma partida no jogo. Apesar que com uma comunidade tão forte no ocidente acabei achando as isos dos jogos com os menus já traduzidos para o inglês.

A jogabilidade do jogo é simples e fácil de aprender. É basicamente apertar os botões corretamente no tempo certo que vai lhe garantindo pontos, se você fica dando "fine" e "cool" você vai fazendo um combo que é anulado a partir do momento que se faz um "safe", "sad" e "worst". Você ganha quando mostrar na contagem de pontos a palavra "Cleared". Caso aparecer a palavra "Not Cleared" você basicamente não alcançou a pontuação mínima para passar da musica.





Nas primeiras experiências você vai sentir uma certa dificuldade, onde isso chega a ser normal em qualquer jogo de ritmo. Mas o jogo vai respeitando os seus passos e aos poucos você vai atrás de músicas mais difíceis para assim ir avançando no jogo. No momento estou jogando a versão "Hatsune Miku: project diva 2nd" num iso em inglês que peguei e posso dizer que o jogo consegue divertir bastante, mesmo para aqueles que não gostam de vocaloid e jogos de ritmo.

Mesmo com um certo preconceito vocaloids: seres digitais sem alma. Acabei gostando bastante do jogo, onde a Sega continua fazendo um bom trabalho com os seus jogos e com Hatsune Miku não é diferente. Fiquei surpreso com o jogo, afinal não gosto de jogo de musica e muito menos de seres digitais sem alma. Porém a jogabilidade divertida e viciante, consegue pegar até o público que não se identifica com esse tipo de jogo.

Se você quer conhecer o jogo, a maioria das versões foram lançadas para PSP e a versão "Hatsune Miku: Project Diva F" saiu apenas para PS Vita e PS3. Porém no momento você pode jogar a maioria dos jogos lançados que se encontra para PSP, e no momento o emulador de PSP "PPSSPP" anda rodando o jogo sem problemas.

Se você esta a procura de um bom gameplay de uma chance. Hatsune Miku: Project Diva tem muitos elementos bons que podem agradar você que gosta de jogos japoneses.

Posted in , , , | 5 Comments

Steins;Gate é licenciado no ocidente.


Como muitos devem saber a visual novel de Steins;Gate foi licenciada. Porém a tradução do jogo aconteceu já faz um bom tempo e como de costume contratam os mesmos que traduziram para licenciar o jogo. Isso só mostra que no momento fansub de visual novel ainda consegue ser bem mais rápido e eficiente que as empresas.

Logico que ter o suporte ao jogo pela empresa é algo bem mais confortável que ter que configurar o PC para rodar determinado jogo. Mas em termos de velocidade e entender o público os fansubs ainda estão na frente. Com a chegada de Steins;Gate ao ocidente isso pode marcar um bom aumento de vendas para a Jast USA afinal a Nitro+ tem um público bem forte aqui no ocidente.

Como sabemos o único problema da Jast USA é a demora para os lançamentos que infelizmente demoram muito para terminarem a tradução de um jogo. Quem fica a mercê de empresas para jogar visual novel fica bem limitado a quantidade de jogos que chegam. Enquanto se você ficar de olho nos fansubs você tem uma grande variedade de visual novels para jogar, onde tem fansub traduzindo jogo mais rápido que a Jast USA.

Posted in | Leave a comment

Visual Novel de High School DxD vai sair para 3DS. E ainda falam que a Nintendo só tem jogo infantil.


Como hoje em dia quase todo anime que chega, ganha um jogo em seguida, esse fator não foi diferente com High School DxD.

O jogo vai ter os elementos básicos de qualquer visual novel: protagonista loser, varias escolhas e varias mulheres para se ter uma rota. Mas como Visual Novel de console e portátil tem que ter algo a mais para atrair o publico, no jogo você vai ter batalhas onde para vencer você vai ter que tirar a roupa de sua adversaria.






Ou seja quanto menos HP a sua inimiga tiver, menos roupa ela vai ter também. Até acho estranho um jogo desses sair para o 3DS, muitas empresas que fazem jogos baseados em anime costumam lançar os seus jogos para PSP. Porém como o PSP é um portátil bem antigo está mais do que na hora para lançar os jogos no PS Vita. Porém tem empresas ficando entre dois consoles o 3DS e PS Vita.

Tudo indica o jogo vai seguir os acontecimentos da primeira temporada, para assim pegar o novo publico através desse jogo.

Posted in | 3 Comments

Chaos Rings vai sair para o PS Vita


O jogo Chaos Rings é uma franquia de jogos de RPG da Square Enix exclusiva para Android e iOS. Porém a empresa quer expandir a serie para novas plataformas que pretendem ser o Playstation Mobile e o PS Vita.

O jogo em si tem bons gráficos e exige bastante do seu smartphone e tablet, porém mais uma vez o PS Vita esta sendo usado para pegar port de jogos de outras plataformas para adicionar no seu portátil, enquanto poucos jogos feitos para o portátil propriamente dito quase não existem.

Você pode encontrar o jogo Chaos Rings na Google Play com idioma em inglês: Chaos Rings


Posted in , , , , | Leave a comment

If My Heart Had Wings vai ganhar patch que deixa o jogo +18. A putaria sempre vence no final.


If My Heart Had Wings ( Kono Oozora ni, Tsubasa wo Hirogete ) é uma visual novel que recentemente saiu em inglês para o ocidente, graças a empresa MoeNovel. Essa é a primeira visual novel lançada no ocidente pela empresa, onde como foi discutido no blog ela removeu do jogo todas as cenas de sexo e de nudez, além de censurar algumas imagens e palavras sensuais.

Muita gente não gostou, mas teve gente que foi além. Um fansub está fazendo um patch onde vai remover toda censura do jogo e vai adicionar as cenas de sexo ao jogo. Insano? Nem tanto, algo similar já aconteceu com a empresa MangaGamer com o jogo Higurashi e Koihime Musou. No caso de Higurashi ele vinha sem o áudio original e com isso fizeram um patch que edita o jogo e coloca o áudio original. No caso de Koihime Musou vinha sem as vozes das personagens, imediatamente fizeram um patch que insere todas as vozes das personagens.

Sempre quando uma empresa trouxe um jogo com censura os fansubs sempre ofereceram a solução para o problema e desta vez não é diferente. Como o patch vai ao adicionar novos textos provavelmente vai demorar um pouco para ser concluído. Porém para quem deseja jogar esse jogo completo e sem censura no futuro vai ter essa possibilidade.

Mas uma pergunta fica no ar. Será que o próximo jogo que a MoeNovel vai trazer para o ocidente vai ser com censura ou sem censura?

link: http://forums.fuwanovel.org/index.php?/topic/1461-kono-oozora-h-scenes-porting-project/page__gopid__23083

Posted in , | 3 Comments

Tutorial emulador de PSP. PPSSPP finalmente um bom emulador de PSP.


Esse é mais um tutorial de como jogar jogos de PSP no seu computador, um tutorial assim já foi postado no blog; porém dessa vez o emulador usado vai ser o PPSSPP. Em relação ao emulador anterior esse emulador apresenta o que muitos estavam aguardando, um emulador simples de usar que roda a maioria dos jogos e com musica.

Como sabemos de emulador de PSP é que nunca foi algo foi eficiente, fazendo assim muita gente desistir de ver algo que funcionasse perfeitamente no PC. Recentemente me apresentaram um emulador diferente, o criador tem um site bem organizado onde serve para pegar o emulador. Com a única diferença que o emulador roda em vários sistemas operacionais desde Linux, Windows, Android, iOS, e Blackberry. Ou seja desde que você tenha um bom hardware da para jogar o emulador no seu smartphone e tablet.

Baixei a versão para Windows e não tive problemas é só descompactar do rar e já clicar no exe do programa que tem um ícone bem característico do programa. Depois de abrir não configurei nada, tudo é feito na tela do PPSSPP. Ele pede para atualizar o emulador com um download. Depois disso ele pula para a tela para começar a jogar. É simples clique no load escolha o iso do jogo de PSP e comece a jogar. Eu fiz logo um teste de peso. Peguei o jogo Kingdom Hearts: birty by sleep e rodou maravilhosamente, o jogo salva sem problemas, não apresenta lentidão, além do controle rodar sem problemas. Fiz outro teste com o jogo Hatsune Miku: project diva e também rodou sem problemas.

Como Hatsune é um jogo de ritmo que tem que apertar vários botões no tempo certo, ter lags irá fazer você errar no jogo. Mas o emulador não falhou e não prejudicou minha jogatina. Depois de vários testes decidi que nada mais que justo que fazer uma postagem sobre o PPSSPP afinal foi o primeiro emulador de PSP que consegui jogar decentemente e sem aborrecimentos. Logico o emulador ainda não ta perfeito, ele apresenta alguns problemas no áudio em alguns momentos e em alguns jogos como Megaman X o jogo fica sem áudio. Mas mesmo assim ele atende o principal que é rodar a maioria dos jogos de PSP inclusive os pesados. Bem vamos a um pequeno tutorial do que você deve fazer para ter o PPSSPP rodando na sua máquina.

 


Primeiro vamos acessar o site do programa e indo na área de download escolha o sistema operacional do seu computador. Nesse tutorial vamos usar o Windows, e o sistema operacional nesse tutorial é o Windows 7 32 bits.


Depois de acabar o download descompacte o rar.


Clique no exe do emulador que aparece na imagem.



Essa é a interface do programa, clique no botão "download and install" para instalar atualizações.


Depois da instalação vai ser essa tela padrão do programa onde mostra os jogos que você rodou recentemente no programa e os botões padrões como "Load" onde vai servir para escolher a iso a ser usada no programa.




Agora para jogar clique no Load e escolha o iso. Caso esteja tudo bem o emulador vai executar o jogo normalmente.


No PPSSPP a única coisa que você vai configurar é o controle então entre em "options" e clique em "controls".


O controle vem com uma configuração bem eficiente. Mas se deseja mudar, clique num botão e depois aperte a tecla do seu teclado onde vai ser aplicada a função desse botão.

Com isso da para você jogar com o PPSSPP sem problemas. O único jogo que no momento não rodou foi o Fate/Extra CCC acho que o jogo é muito erótico para o emulador fazendo assim ele morrer de sangramento nasal. Mas tirando isso todos os jogos que quero jogar estão funcionando sem problemas. Não perca tempo e baixe o PPSSPP.

Abaixo está os links úteis para você jogar, compartilhe sua experiência e boa diversão.

links uteis:

Site do PPSSPP

Ultimate Codec - Codecs uteis para o emulador -

Informações de desenvolvimento

Forum do PPSSPP

Perguntas frequentes do PPSSPP

Não sabe o que jogar? Veja esse TOP 50 de RPGs para PSP

Posted in , , , , | 22 Comments