Archive for Agosto 2013

Qual o melhor tipo de visual novel? All-Ages, Eroge ou Nukige?


Em visual novel os jogadores em sua grande maioria gostam de classificar os jogos por gêneros e estilos. E até o próprio mercado gosta de colocar essas diferenças em cheque.

Sabemos que o mais comum deles são as visual novel para todas as idades o All-Ages. E as visual novel feitas para o publico adulto o eroge. Visual novel com o termo nukige, foi algo criado pela própria comunidade que joga esses jogos. O nome surgiu faz pouco tempo e cada vez mais os jogadores estão conhecendo esse termo.

Basicamente o termo nukige foi algo usado para visual novel de eroge que apresentam um alto teor de pornografia, fazendo assim a comunidade separar ele pelo nome de nukige. Enquanto eroge significa "erotic game", ou seja jogo erótico. O nukige em livre tradução significa "masturbation game" que seria jogos de masturbação.

O que me faz crer que tal termo tenha surgido na comunidade japonesa, usando o nome para criticar um jogo. Sabemos que um eroge numa visual novel é bem normal, e que jogos com esse elemento costuma apresentar horas de texto com CGs e as CGs eróticas como um bônus. A galera taxa muito de nukige aqueles jogos que tem mais pornografia que historia ou costumam ter muitas cenas de sexo.


Acho interessante que o termo nukige, não costuma ser aplicado em visual novel de RPG, ou em eroges 3d como Sexy Beach que a pornografia costuma ser bem presente em muitos momentos, como no caso de visual novel de RPG, onde basicamente a cada vitoria ou com um pequeno arco terminado se tem uma cena de sexo para recompensar o jogador.

Enfim, em meio com essa explicação resumimos muito a conversa dessa postagem para visual novel com eroge ou sem eroge. Afinal existe um critério de qualidade que faz um estilo seja melhor que o outro?

All-Ages como todo mundo já sabe são visual novel feitas basicamente para todas as idades, onde nem sempre isso é aplicado em todos os casos. Levando a regra mais a fundo, all-ages seria necessariamente visual novels que não tem cenas de sexo. Eroge são jogos que apelam para o erotismo e pornografia. Nem todo eroge tem cenas de sexo explicitas, da mesma forma que nem toda visual novel é eroge, assim como nem toda visual novel é uma galge (ou gal-game).

De cara logo supormos que o estilo all-ages é o melhor estilo de visual novel, por se focar num publico maior. Enquanto visual novel eroge se foca num publico menor, afinal é para maiores de +18. Porém não é ser necessariamente uma pornografia que vai deixar de vender, pornografia é algo que vende e muita gente consome. Só que diferente de filmes padrões, eles não são tão comentados abertamente numa conversa de bar.


Assim como temos nossa querida pornografia ocidental, no Japão eles tem seu tipo de pornografia. E essa pornografia é muito centrada em seus desenhos, quadrinhos e jogos. Você ser visto comprando ero-anime, ero-manga e uma visual novel eroge você nem é tão criticado assim no Japão. Enquanto se você compra um porno com gente "adult video" a galera ja olha com outros olhos. Afinal desenho é 100% ficção.

Nesse lance de all-ages e eroge sempre vão ter o publico que diz que visual novel eroge é melhor por ter mais historia que o all-ages. Enquanto a galera de all-ages vai dizer que visual novels sem sexo se focam mais na historia.

Eu vejo esse lance de all-ages e eroge que nem uma disputa de smartphones. Da mesma forma que all-ages tem seus méritos e bons jogos, o eroge também. Assim como existem visual novel all-ages boas e ruins, existem visual novels eroges boas e ruins.

Na minha opinião eu sempre dou muito preferencia a visual novels all-ages por muitas delas se focar muito no roteiro e costuma apelar para mecânicas de jogabilidade para atrair o publico. Em eroge na maioria dos casos, vejo ela se focando muito em "datting sim" e em "gal-game" para atrair seu publico, afinal é para +18. Apesar que por essa característica, em termos de datting sim, visual novel eroge apresentam uma melhor qualidade nesse requisito.


E por apresentar um melhor datting sim e foco no relacionamento do protagonista com a heroína, jogadores que buscam isso costumam gostar mais de eroge que all-ages. Afinal esse tipo de mecânica que ele quer mais ver nesse tipo de jogo. Enquanto em all-ages para aqueles que não se importam tanto com o elemento de datting sim, da mais preferencia a visual novels all-ages.

Nunca fui muito fã datting sim, principalmente em eroges que apelam muito pra isso chegando ao ponto de endeusar as personagens. Porém uma das coisas que mais gosto em visual novel eroge é quando eles adentram para o RPG. Onde no RPG eles deixam o datting sim meio de lado e se foca muito em mecânicas de RPGs clássicos japoneses. Não fica nenhum jogo fenomenal, mas deixa a jogabilidade bem mediana, e usa o eroge mais como bônus sem deixar de vacilar muito nas suas mecânicas. Podemos ver isso claramente em jogos da Eushully.

E fico feliz que a Jast Usa esta se importando em trazer eroges de rpg de boa qualidade, afinal as vendas desses tipo de jogos andam indo muito bem no ocidente, eu não sei como a MangaGamer não investiu nesse tipo de jogo. Mas tirando esse elemento, visual novel eroge não me atrai tanto como uma all-ages.

Quando jogo uma visual novel eu busco entrar numa historia, e minhas decisões sejam influenciadas dentro desse historia. Quando minhas decisões são limitadas apenas a conquistar uma personagem eu sinto que grande parte do que esta dentro daquele jogo esta sendo desperdiçado. Gosto de estilos como Persona, onde minhas escolhas vão afetar o meu destino e como as pessoas vão me tratar, onde isso é chamado de "círculos sociais".


Mas isso é apenas o meu perfil gamer para esses tipos de jogos chamados de visual novel. Infelizmente muitas visual novel all-ages são lançadas diretamente para consoles portáteis, e só agora estamos tendo uma pequena fanbase de tradutores interessados em traduzir esse tipo de jogo. A maioria esmagadora que temos disponíveis para jogar são eroges, isso é fato. Pra você que busca visual novel eroge que tem "datting sim" esse tipo de jogo nunca vai faltar, principalmente aqui, onde empresas como Jast Usa e MangaGamer se focam bastante nesses tipos de jogos.

E para finalizar, percebo que muita gente usa o termo galge ou gal-game para se referir a visual novels. Você pode estar certo ou errado dependendo do caso. Vemos em animes como Kami no Sekai onde o protagonista se refere as visual novels que ele joga como galge. Mas galge (ou gal-game) é um termo que nem o eroge, só que enquanto o eroge é para designar jogos eróticos, o galge é para designar jogos que tem garotas bonitas, mas precisamente "bishoujo games". Um jogo com galge pode ser tanto para todas as idades como um eroge, afinal galge é o termo dado a qualquer jogo japonês que tenha garotas bonitas em seu jogo.

Um bom exemplo é Disgaea, Touhou, Galaxy Angel, Rune Factory, Hatsune Miku: Project Diva, entre outros. É so mais um termo como os milhares de termos que você pode aplicar num jogo japonês. Enfim, qual sua opinião sobre esse assunto. Pra você qual o melhor estilo de visual novel: all-ages ou eroge?

Posted in | 13 Comments

Angel Beats! Visual novel pode sair no próximo ano.


A longa espera por uma visual novel de Angel Beats! parece estar próximo do fim. De acordo com o presidente da Key o "Vava" o ano de 2014 poderá ser o ano do Angel Beats! ter seu jogo.

O anime de Angel Beats! saiu em 2010, e desde então se especulava a criação de uma visual novel do anime. Desde sempre os fãs da obra perguntavam a Key se ela estaria interessada em produzir um jogo do mesmo. Novidades estão surgindo sobre o novo projeto, só que agora o interesse pela obra parece ser bem real.

Não temos nenhuma confirmação ou trailer de um jogo de Angel Beats! Mas temos certeza que um dia teremos um jogo da franquia. Enquanto só resta aguardar novidades para o próximo ano, e torcer que finalmente a Key comece o projeto dessa incrível historia.

Posted in | 2 Comments

AquaPazza vai sair no ocidente.


Não era esperado, mas por incrível que pareça o jogo de luta AquaPazza vai sair no ocidente. O jogo reúne vários personagens famosos das visual novels da Leaf como: Tears to Tiara, Utawarerumono e ToHeart.

É ate estranho um jogo desses chegar em inglês para o ocidente. Como sabemos as visual novels desses jogos só chegaram em nossas mãos graças a traduções feita por fansubs. Alem que nenhum jogo para console da Leaf saiu para o ocidente.

Esse esta sendo o primeiro jogo de console da Aqua Plus que vai sair no ocidente, onde isso é uma boa noticia. Afinal o jogo Tears to Tiara II que é para PS3 pode ter chances de sair no ocidente agora. A empresa responsável pela tradução é a Atlus Usa e pretende lançar o jogo no final do ano.

Esse é apenas o começo, mas quem sabe mais jogos japoneses como essa saiam no ocidente? Espero que a Atlus tenha planos de trazer mais jogos desse tipo pra cá. Parece que o publico que gosta desses tipos de jogos anda aumentando no ocidente.

Posted in , , | 3 Comments

Visual novel de Romeo e Julieta versão vampiro.


O mercado de Otome Games continua apresentando jogos bem criativos ultimamente. E desta vez a novidade é a produção de uma visual novel de Romeo e Julieta, mas numa versão bem diferente onde o Romeo é um vampiro e a Julieta uma caçadora de vampiros.

A empresa responsável pela visual novel é a Idea Factory, onde ela costuma produzir muitos Otome Games, principalmente para consoles portáteis como o PSP.

Como em qualquer visual novel, ela costuma apresentar finais alternativos, afinal a grande maioria desses jogos é te dar a possibilidade de determinar qual personagem masculino (ou feminino) a protagonista (ou protagonista) vai ter um relacionamento, fazendo assim ter o respectivo final de cada personagem.

O jogo deve brincar com esse lance de "Como seria o final de Romeo e Julieta caso a Julieta não se apaixona-se por Romeo". Dando a você a possibilidade de determinar o destino da protagonista. No momento o jogo não tem data de lançamento, e o console que vai sair o jogo vai ser para o PSP, onde no momento as empresas de Otome Game ainda tem certo receio de investir no PS Vita.

Posted in | Leave a comment

The Walking Dead é tão bom que uma empresa de visual novel vai lançar o jogo no Japão.


É normal vermos jogos sendo localizados para o ocidente, mas o inverso no caso do Japão é algo raro; principalmente pra esse caso. 

A empresa de visual novel Cyberfront vai trazer o jogo The Walking Dead para o Japão, e traduzi-lo para o idioma japonês. O jogo The Walking Dead foi considerado o jogo do ano, onde apresentou uma mecânica bem diferente de jogos que estamos habituados a ver no ocidente.

The Walking Dead ele segue padrões de jogos de "adventure game", ou seja você toma decisões ao longo da aventura, que vai determinar e muito se você vai sobreviver ou não a aventura. Então, não é nada de anormal ver uma empresa de visual novel trazer esse tipo de jogo para o Japão. Afinal jogos desse tipo são bem populares no Japão, não é a toa que temos o termo visual novel lá. 


Posted in | 1 Comment

Mother 4 pode chegar no próximo ano.


O que muitos aguardavam pode se tornar realidade no próximo ano. O Mother 4 poderá ser lançado no próximo ano, mas esse jogo não foi produzido pela Nintendo e muitos menos foi escrito por Itoi. Esse trabalho foi feito por fãs.

Esse é um projeto que já faz mais de 3 anos que está sendo produzido. O longo tempo que o projeto demorou, mostra o quanto o trabalho para recriar o universo de Mother vai sendo bem executado. A arte pixels art esta bem feita, alem dos personagens e momentos de luta também estarem muito bem feitos.

Pelo que vi o trabalho dos caras vale a pena, e pode ser muito bem aguardado. O jogo vai sair para PC, MAC e Linux, e obviamente sera gratuito como o próprio grupo confirmou. Agora só resta torcer para que a Nintendo não caia matando em cima desse jogo feito por fãs, onde seria acabar com um projeto de vários anos feito por fãs que apreciam esse maravilhoso RPG.



link: http://www.mother4game.com



Posted in , | Leave a comment

Cuidado. Video game faz você ficar violento.


Eu nem pretendia fazer uma postagem sobre essa tema, afinal isso foi debatido em vários locais da internet e na Tv Aberta. Como todos devem ta sabendo do caso do garoto que "matou" a família inteira que estava dormindo, onde todos os tiros foram na cabeça sem errar nenhum, coisa que nem eu faço jogando Conter Strike, imagina na vida real.

Eu não acompanho a Tv Aberta a anos (e nem pretendo voltar), mas mesmo não sendo mais um acompanhador desse entretenimento, eu li vários comentários na internet a respeito de um jornal da Record onde um jornalista mostrou o tal jogo assassin creed e isso gerou uma grande revolta para o publico gamer. Tv é algo que você acompanha se quiser, sou totalmente indiferente a esse caso.

Quem se deixa a ser influenciado por um repórter sem ao menos contestar não merece atenção. Porém é logico que um jornal  usou isso para polemizar e ganhar audiência, afinal dinheiro vem a frente de um bom jornalismo e o esclarecimento da população.


Enfim, casos como esse sempre reabrem a velha discussão de que games tornam as pessoas violentas, onde elas podem da noite para o dia pegar uma arma e sair dando headshot nas pessoas e depois se matar. Games influenciam? De certa forma sim, da mesma forma que filmes, livros, quadrinhos podem influenciar as pessoas.

Mas claramente ao longo dos anos, vemos que casos assim são bastante isolados. É so você calcular quantos jogos Assassin Creed vendeu, milhares né. E quantos pegaram uma arma e saíram matando as pessoas? Então você culpar os vídeo games  a um assassinato é algo meio sem sentido, da mesma coisa que falar que a culpa é do cinema porque um garoto pulou de um prédio achando que é um Super Man. A diferença é que a industria do cinema ainda é mais forte que a do vídeo game.

Então logo culpar um filme ou um livro é algo mais difícil de acontecer, afinal é um entretenimento que esta a mais tempo e se adaptou a população. Enquanto vídeo game é algo novo, onde as pessoas de certa forma estão conhecendo agora. Então é por essas e outras que nunca levo a serio casos como esse, afinal o cara que faz uma afirmação que os jogos são responsáveis pela violência nunca jogou um jogo na vida.


Jogos, filmes e livros tem faixa etária, justamente para evitar isso. Se uma criança joga um GTA e ninguém impede isso a culpa não é do jogo. É simplesmente incompetência dos pais que não educam seus filhos, porque se estivem preocupados com seus filhos, veriam que tem um numero "16" e "18" bem grande informando que o mesmo não é recomendável para essa idade.

Não adianta nos aborrecermos com esse caso, quem não gosta ou nunca experimentou algo novo da nova geração sempre vai fazer criticas infundadas a esse aspecto. Porém mesmo que esse publico critique o entretenimento que gostamos não devemos faltar com o respeito a eles, não adianta brigar por algo besta como esse. Mas uma coisa podemos fazer, é simplesmente desligar a TV e não darmos audiência e fama pra quem não respeita ao grande publico gamer que temos no Brasil. Garanto que isso vai ser uma boa resposta a Record.

Qual sua opinião em relação ao caso do garoto do Assassin Creed? Você acha que jogos violentos tornam as pessoas violentas?

Posted in | 6 Comments

Eroge! ~Sex and Games Make Sexy Games ~ chega em setembro.


A visual novel Eroge! teve sua data de lançamento anunciada para o ocidente pela MangaGamer. O jogo vai sair no dia 13 de setembro e já é possível baixar o demo para fazer um teste. Nesse ano a MangaGamer não quer passar mais de dois meses sem novidades e quer expandir seu mercado. A visual novel é um nukige. Ou seja é um jogo focado na pornografia.

A história se passa dentro de uma empresa de eroge, onde você é o único homem dentro da empresa e todos os outros trabalhadores são mulheres. Ou seja, algo impossível de ser concebido na realidade, mas como no 2D tudo funciona perfeitamente, isso é algo perfeitamente normal no jogo.

A empresa criadora do jogo é a Clock Up, onde nela tem varias visual novels que são nukiges, basicamente o foco da empresa é criar jogos assim, então não espere nenhum lançamento vindo dessa empresa que seja diferente desse padrão. Para aqueles que curtem visual novels desse estilo, o jogo vai ser muito bem vindo, principalmente para aqueles que assistiram o anime hentai do mesmo.

link(NSFW): http://www.mangagamer.com/detail.php?goods_type=1&product_code=4


Posted in , , | Leave a comment

Ro Kyu Bu! vai ganhar jogo pra PS Vita.


O PS Vita ainda continua sendo um bom console para esse tipo de jogo: que é baseado em anime.

Esse vai ser o terceiro jogo da franquia Ro Kyu Bu! onde desta vez vai ir para o PS Vita, fazendo a felicidade de muitos lolicons no Japão. Como da pra se esperar, o jogo vai tentar explorar o convívio com as lolis do anime, afinal não é um anime de basquete. É um anime de lolis fofinhas que jogam basquete.

No momento o gameplay do jogo continua sendo um mistério, mas o que da para aguardar é um bom gráfico das personagens, além de logico um fanservice para fazer a alegria dos jogadores.

Posted in | 1 Comment

Yumina the Ethereal chega no dia 30 de agosto.


A visual novel de rpg "Yumina the Ethereal" que esta sendo traduzida pela Jast Usa e já tem data para sair. De acordo com a própria empresa, o jogo vai ser lançado no dia 30 de agosto.

Para muitos essa vai ser uma das visual novels mais aguardadas a sair no ocidente nesse ano, onde vai marcar o primeiro de um grande acervo de visual novels de RPG que estão chegando por ai. Lembrando que a Jast ainda vai trazer o Seinarukana -The Spirit of Eternity Sword 2- e Lightning Warrior Raidy 3 para o ocidente. Ou seja muito jogo bom ainda vai chegar para você que gosta de visual novel de rpg.

Caso você tenha duvidas sobre o jogo "Yumina the Ethereal" você pode fazer o teste. A Jast Usa disponibilizou o demo do jogo para você fazer os testes. Lembrando que o demo tem 1.4 GB e o jogo completo mais de 3 GB. Então tenha um bom espaço em disco para não ter futuros problemas.

link: http://jastusa.com/yumina/downloads.html


Posted in , , | Leave a comment

Pokemon The Origins. Novo anime que vai se basear nos jogos.


Como muitos devem saber, no evento do Pokemon Game Show foi anunciado um anime novo de Pokemon "Pokemon The Origins" que vai ser baseado nos jogos. Como da para reparar o traço do anime está bem melhor que a série original, o que chega a ser algo bem vindo. Mas infelizmente, não vai ser uma série e sim um especial.

Pode ser algo meio decepcionante de saber, mas ter um especial pode ser uma boa experiência. Afinal Pokemon é uma franquia que esta sempre se renovando, então por que não renovar na animação também. Afinal temos uma longa série que já tá muito desgastada. Ash é um personagem que já teve tudo o que mostrar, não é a toa que ele se tornou um personagem apenas para divulgar jogo.

Então está mais que na hora do anime de Pokemon se renovar pra nova geração, tanto pra conseguir novos fãs, além de conseguir vender mais jogo. Como disse no início isso pode ser uma boa experiência para analisar o público e quem sabe ter uma futura série de Pokemon baseado nos jogos.


Pokemon X/Y vai chegar em outubro, mas esse não vai ser o único que vai sair no 3DS. Não esqueçamos que a cada novo portátil da Nintendo sempre tem um remake de uma geração anterior para a o novo portátil.  Imagina um remake do Pokemon Black/White 2 para o 3DS inserindo todas as novas mecânicas na nova versão. Melhor ainda, um remake de Pokemon Red ou Pokemon Ruby para o 3DS, ia ser algo muito bem vindo.

O novo anime de Pokemon pode ser apenas um especial, mas se você quer mais, recomendo ler o manga de Pokemon que se baseia fielmente aos jogos. O red no manga tem cabelo preto, afinal foi pego do jogo Pokemon Red.  Enquanto nesse anime o red tem cabelo castanho que é baseado no Pokemon Fire Red. Coincidência? Duvido muito. Me surpreenda em 2014 Game Freak.

Posted in , | 1 Comment

Dragon Quest Monster 2 vai ter monstros gigantescos.


A franquia de jogos Dragon Quest é um JRPG que de certa forma não tem tanto destaque quanto antigamente. Passar varias horas fazendo level griding para derrotar o chefe final era um dos grandes desafios da era do nintendo e super nintendo.

Porém Dragon Quest foi uma serie que decidiu ficar mais nos portáteis como DS, e meio que deixou de lado os consoles de mesa, e com esse novo jogo não vai ser diferente.

Dragon Quest Monsters é um jogo de gameboy color que nunca me empolguei para jogar. Diferente da historia original que você é um herói, nesse você simplesmente é um adestrador de monstros que para avançar você vai ter que usar seus monstros para lutar por você nas batalhas. Esse novo jogo para 3DS é um remake dessa versão.

Porém como todo remake é possível melhora-lo e deixa-lo mais atraente. O segundo jogo decidiu deixar os monstros com o tamanho acima do normal, fazendo assim as lutas de certa forma tornarem mais épicas, alem do jogo ficar mais bonito. Basicamente você vai recrutar os monstros, evolui los e tentar recrutar monstros mais poderosos.

Achei o gráfico e o estilo do novo jogo bacana, alem de me deixar empolgado para esse novo Dragon Quest. Só espero que esse jogo saia no ocidente, e fazer nos passarmos varias horas fazendo level griding.

Posted in , | Leave a comment

Falta originalidade no entretenimento japonês? Ou estamos sobrecarregados de entretenimento?


Comparado a 20 anos atrás, presenciar essa quantidade de filmes e animações que temos hoje em dia era um sonho distante. Hoje em dia é bem mais fácil de fazer um filme, desenho e quadrinhos. Logo somos bombardeados com uma porrada de títulos novos onde fica praticamente impossível acompanhar tudo.

Com tantos títulos se torna algo até normal ver varias obras com certa similaridade entre elas. Fazendo assim muita gente falar que está faltando mais originalidade no entretenimento japoneses. Mas isso é algo realmente tão prejudicial a sua diversão? Com a proliferação da internet parece que em vez de darmos mais valor as coisas, nós simplesmente reclamamos mais que apreciar um bom anime nos momentos de lazer.

O entretenimento japonês é bastante recheado de referências, tanto que notamos isso em outras obras. Quer um bom exemplo? O manga Dragon Ball de Akira Toriyama é um bom exemplo disso. A obra de Akira pega referências a história chinesa "A lenda do rei macaco" onde tanto Goku ter um bastão e um rabo são referências a essa história. Apesar que Dragon Ball não foi o único a pegar referências disso, um clássico jogo da Capcom "Son Son" também pegou referências da mesma história.


Onde a Capcom colocou uma personagem feminina no Marvel vs Capcom 2 chamada Son Son onde ela faz coisas muito similares a Goku como: lutar usando bastão, voar na nuvem voadora e até se transformar em macaco gigante.

Isso é um exemplo. Mas infelizmente somos limitados a ver uma obra que tenha alguma similaridade com outra obra como algo proibido, fazendo assim anularmos todo mérito de seu criador. Plagiar uma obra é algo totalmente diferente de pegar referências. Nem todo mundo consegue criar um universo inteiro como no senhor dos anéis.

Porém no ocidente estamos com a mania chata de que tudo tem que ser épico e totalmente diferente da obra anterior, onde sabemos que isso é algo relativamente impossível de se fazer. Comparado a antigamente o entretenimento esta muito extenso, sempre vai ter algo a ser apreciado só basta procurar. Não acho que uma obra inteira é prejudicada só porque o autor pegou referências a outras obras. Se aquilo vai ficar bom ou ruim vai depender exclusivamente da habilidade do criador.


O ocidente anda muito exigente em relação a isso. Enquanto no Japão pegar referencias é algo bem normal, é ate feito como forma do criador de tal obra, demonstrar o quanto ele gostava de tal obra antiga ou atual. Outros podem nem pegar referencias a tal anime ou jogo, mas costuma citar tais jogos e animes dentro da própria serie.

Um bom exemplo é Lucky Star e Gintama, onde ambos animes falam frases e citam animes e jogos de outros criadores, onde isso pode ser usado tanto para quem esta vendo gostar da citação quanto para o criador mostrar sua admiração. Mas aqui não é Japão, o pensamento daqui é diferente, não que a simples critica do fato de pegar referencia seja um erro.

Afinal cada um aprecia o entretenimento da maneira que desejar. A simples tempestade de series, filmes e jogos que temos hoje em dia é muito grande, e estar sempre buscando apreciar em grande quantidade vai fazer você notar a semelhança entre eles, não tem como fugir disso: afinal a meta é conquistar o publico alvo.

Enfim qual sua opinião a respeito disso? Você acha que está faltando originalidade no entretenimento japonês ou estamos simplesmente sobrecarregados de entretenimento?


Posted in | 3 Comments

Os novos jogos da MangaGamer anunciados na Otakon.


Num evento de anime o Otakon, a MangaGamer aproveitou o que sempre costuma fazer de melhor: anunciar jogos em eventos desse porte.

E desta vez não foi diferente a MangaGamer anunciou seus novos projetos que estão sendo traduzidos, e desta vez temos uma gama de jogos bem interessante e que vale a pena aguardar bons projetos a partir dai, afinal quanto mais concorrência entre Jast Usa e MangaGamer melhor vai ser para o consumidor.


Boob Wars 2

O primeiro e não muito importante o Boob Wars 2 da Softhouse-Seal está sendo traduzido, onde é basicamente um jogo nukige que sua jogabilidade é feita através de batalha de cartas, nada muito complexo. A empresa esta aproveitando e lançando muitos jogos dessa Softhouse, onde os seus jogos tem um bom traço nas CGs mesmo sendo um nukige.

Apesar que o Boob Wars não é um dos seus melhores títulos, mas mostra que a MangaGamer tem bons planos para seus jogos, e títulos melhores virão.


DEARDROPS - Cross the Future

Como não poderia deixar de ser agora os fandisks dos jogos da OVERDRIVE também vão ser traduzidos para o ocidente. A OVERDRIVE é uma das empresas japonesas que mais tem interesse em lançar os seus jogos para o ocidente, e com sua parceria com a MangaGamer seus jogos costumam chegar até rápido por aqui demorando menos de um ano para a tradução.

O fandisk é um crossover de dois jogos da OVERDRIVE. O Deardrops e o Kira Kira, onde ambos são visual novels de musica.


Princess Evangeline

Em parceria com a Moonstone, a MangaGamer vai lançar um segundo jogo da empresa o Princess Evangeline. O primeiro jogo da Moonstone ainda esta sendo traduzido, onde o jogo se chama Imouto Paradise! onde não se tem da para seu lançamento ainda.

A visual novel é o tipico vida colegial, onde o protagonista é cercado de garotas bonitas. Como o jogo é da Moonstone pode aguardar bons traços na visual novel.


Shuffle! Really! Realy?

A MangaGamer esta traduzindo mais um fandisk da franquia Shuffle. Diferente do outro jogo o Tick Tack esse o foco é mais na personagem Kaede. Porém o jogo te da mais liberdade para ter varias rotas como da Primula e Asa. Alem de ter novas rotas como da Mayumi a que é meio humana e meio demônio que não dava para fazer rota com ela. Agora você da para fazer a rota da professora da escola e ainda tem uma rota nova com outra personagem.

Resumindo esse fandisk é praticamente um jogo novo, onde se passa um ano depois do primeiro jogo. Vai ser um dos jogos de Shuffle! mais aguardados no ocidente, agora só falta Shuffle! Essence ser anunciado onde a quantidade de rotas é absurda.


Da Capo 3 R

E por ultimo, a MangaGamer também vai lançar no ocidente o novo jogo da Circus o Da Capo 3 R, tanto a versão all-ages quanto a versão eroge. 

Teve ate uma grande polemica, onde a MangaGamer parou a tradução do fansub que estava traduzindo a primeira versão do Da Capo 3. Muita gente reclamou, mas como eu tinha dito, a empresa nunca deixou de lançar os jogos de Da Capo no ocidente, e que provavelmente a MangaGamer lançaria o jogo com as duas versões.

Dito e feito, a empresa demonstrou que não vai abandonar os fãs de Da Capo no ocidente e esta traduzindo as ambas versões para o inglês. Logico que todos esses jogos ainda vão demorar para serem lançados, afinal tradução de visual novel não é algo tão rápido de se fazer. Mas em relação ao ano passado tanto a MangaGamer como a Jast Usa estão melhorando bastante para atender ao publico que gosta de visual novel, vamos aguardar por novidades e comemorar por termos bons jogos chegando ai.

Posted in | 2 Comments

Pokemon e a polemica das "Mega Evoluções".


Recentemente a Game Freak anunciou que o novo jogo de Pokemon X/Y vão ter novas evoluções. Só que estas evoluções são diferentes das normais que estamos habituados. Ela sera uma evolução temporária, ou seja uma transformação como um super saiyajim do Dragon Ball Z. Essa mecânica vai ser bastante impactante para aqueles que participam de campeonatos, e nem todos os pokemons vão ter as mega evoluções, onde para conseguir as mesmas é necessário obter pedras evolutivas raras, que como já esta anunciando a nintendo vai ser mais divulgado esses itens em eventos. De certa forma para o publico que joga pokemon sem tanto zelo, vai ser bem difícil obter a mega evolução.

Porém esse não é o problema que esta sendo discutido, e sim que Pokemon estaria meio que plagiando o Digimon. Eu acho essa acusação meio infundada, primeiramente na animação japonesa e nos seus jogos o termo "transformação" é algo aparente normal, para demonstrar que o personagem extrapolou os limites do seu poder, e para mostrar isso ele muda suas roupas e visual. Onde isso faz o personagem ficar bem badass e com visual bem descolado.


Podemos ver isso em animes de batalha, mahou shoujo, jogos de rpg como Final Fantasy IX entre outros. Porém como Pokemon de certa forma, esta pegando referencias a Digimon nesse requisito, logo ele se torna uma porcaria de jogo, anulando todo o mérito do criador em colocar um sistema inovador para pegar um novo publico para o jogo, assim como foi Pokemon Black/White 2. Eu achei essa novidade muito bem vinda, principalmente que deixa os Pokemons com um visual mais descolado e impactante.

Pokemon é um jogo que você pode simplesmente termina lo, sem precisar pegar todos os Pokemons. Você pode se focar em pegar todos os Pokemons e sem levar o objetivo principal que é pegar todas as insignias tão a serio. Porém com essa nova "Mega Evolução" você tem mais um objetivo onde é fazer seu Pokemon favorito chegar a nível overated e detonar seus adversários facilmente, afinal conseguir essas pedras não vai ser tão fácil. Isso é só mais um item para deixar o novo jogo de Pokemon mais atraente e chamativo, não é a toa que agora você não vai só evoluir seu Pokemon lutando com outros Pokemons nos matinhos, é possível treinar os bichinhos e evolui-los com mini games que nesse novo jogo vai estar disponível, fazendo assim o grinding irritante não ser a única maneira de evolui los.

Posted in , , | 2 Comments

Senran Kagura Burst vai ganhar versão em inglês


Um dos jogos de beat 'em up mais eróticos do universo japonês vai dar as caras no ocidente. O jogo vai sair para o Nintendo 3DS em inglês graças a XSEED.

A empresa XSEED faz o trabalho similar a empresas de visual novel como MangaGamer e Jast Usa. Ela traz jogos japoneses para o ocidente, onde a própria empresa criadora do jogo no Japão não teve interesse para criar uma versão em inglês de seu jogo. Ela foi responsável por trazer para o ocidente jogos como: Corpse Party, Rune Factory Frontier, The Last Story entre outros. Seran Kagura Burst é um dos jogos que esta sendo traduzido ao lado de: Valhalla Knights 3 (PS Vita), Ys: Memories of Celceta (PS Vita) e Ragnarok Odyssey Ace (PS Vita).

Acho ate estranho a empresa trazer um jogo assim para o ocidente, onde querendo ou não é um jogo feito exclusivamente para o publico japonês. Porém a ideia pode ser pegar um novo publico que é pouco explorado no ocidente, onde são os que buscam jogos mais sensualizados. Ter jogos novos chegando por aqui é algo sempre bem vindo, mas já estou aguardando feministas revoltadas reclamando que o jogo é machista.

Posted in | 3 Comments

Steins;Gate ganha versão para Android.


A visual novel de Steins;Gate já tem uma versão em inglês no ocidente graças a Jast Usa. Enquanto isso a Nitro+ pelo menos no Japão ainda continua a investir bastante nesse jogo. Recentemente eles lançaram uma versão em Android do jogo Steins;Gate na Google Play, onde o primeiro capitulo do jogo é gratuito e o resto do jogo você vai ter que comprar, caso queira ler toda a historia. Esse procedimento é algo bastante normal, afinal com Chaos;Head foi feito o mesmo esquema, e a versão para iOS também.

Porém no momento o jogo só tem versão japonesa, e no momento não se tem planos de ter uma versão em inglês do jogo. Sabemos que visual novels otome, andam ganhando versões em inglês num ritmo acelerado na Google Play, porém enquanto isso visual novels do publico masculino não ganham versões em inglês dos jogos. É possível que no futuro a Jast Usa entre num acordo com a Nitro+ para termos seus jogos de Android e iOS em inglês no futuro, mas enquanto isso é melhor nos contentarmos com as versões para PC que andam saindo no ocidente.

Posted in , | Leave a comment

Professor Layton vs. Ace Attorney finalmente chegara ao ocidente.


O crossover de Professor Layton vs. Ace Attorney que saiu em 2012 no Japão, finalmente vai ganhar uma versão para o ocidente.

O jogo é uma junção com a Capcom do Phoenix Wright e a Level-5 com Professor Layton. Ambos os jogos vão demonstrar seus elementos de jogabilidade no jogo. Como os quebra-cabeças do Professor Layton e os momentos dos tribunais com Phoenix Wright.

O jogo é exclusivo para 3DS e só vai chegar no próximo ano no ocidente.




Posted in , , | 3 Comments

Temporada de Outubro 2013. A temporada perfeita para quem gosta de jogos japoneses.


A um certo costume na animação japonesa onde o mês de outubro é o período que os melhores animes do ano são lançados. Não sei o motivo disso acontecer, mas o caso é que esse mês é sempre muito aguardado pelo publico que gosta de animação japonesa.

Vejo que essa temporada de outubro vai ser uma das melhores que já presenciei. Mas uma coisa nela tem em comum: a quantidade de animes adaptadas de jogos. Como esse meu blog eu comento e gosto de frisar o entretenimento desse tipo de jogo, achei uma boa ideia comentar sobre os animes que vão futuramente chegar no mês de outubro para você que gosta de adaptações de jogos japoneses.

Sabemos que o mês de outubro ainda esta "longe", mas nada melhor do que citar já os animes que você pode ir aguardando o seu lançamento, e não ficar perdido com a quantidade de animes que vão aparecer assim que começar a temporada.



Little Busters!: Refrain

Como não poderia deixar de comentar, a segunda temporada de Little Busters "Refrain" vai sair nesse mês de outubro. Para aqueles que são fãs da franquia de jogos da Key, ou que simplesmente curte seus animes. A historia vai continuar e vai contar o arco final da historia da visual novel.

O anime de Little Busters inicialmente foi marcado por polemicas, como a da Kyoto Animation que largou o barco e não quer mais fazer adaptações da empresa Key. Onde agora a Kyoto Animation faz animes de homens fêmea que praticam natação. Por outro lado a J.C Staff é a responsável por animar essa obra, que querendo ou não, não alcançou o nível de qualidade que a Kyoto Animation sempre apresentou nas suas adaptações.

Enfim o anime conseguiu vender, e a segunda temporada esta ai para provar isso.



Pokemon X/Y

Mais uma temporada da eterna luta do garoto que continua deitado em coma numa cama de hospital. Ash (Satoshi) vai ir em mais uma aventura, onde o próprio título sugere que sera um novo anime de Pokemon que vai servir como propaganda para o seu novo jogo Pokemon X/Y.

Pra mim o melhor de Pokemon esta em seus jogos, e o anime serve basicamente para você ver os lugares do jogo animados. Mas sempre em uma nova temporada de Pokemon eu assisto pelo menos 10 episódios para conhecer os novos personagens que vão acompanhar a aventura de Ash, para assim eu saber quem é quem nos próximos filmes que com certeza vão estrear.






Na temporada anterior o Pokemon Best Wishes estava até legal, onde colocam Ash e a equipe Rockter cada um com seu caminho, onde fez assim o anime ficar mais dinâmico e menos cansativo. Alem que na mesma época estava jogando Pokemon Black, e ver Ash passando pelas mesmas cidades que eu estava passando no jogo era uma experiencia muito legal. Até o ponto que decidiram recolocar a equipe Rockter de novo interferindo o caminho de Ash, onde a partir dai parei de assistir o anime.

Porém mesmo assim o Best Wishes tem seus méritos, onde um deles servem como "prequel" da personagem Iris onde é a líder de ginásio no Black/White 1 e a líder da four legue do Pokemon Black/White 2. O anime serve para você entender como essa personagem loli conseguiu se desenvolver e se tornar o que ela é no jogo.

Só espero que todo esse boom do Pokemon X/Y ajudem ao 3DS ser destravado, fazendo assim o mesmo ter emuladores e acabar com a maldita trava de região. O que não acho muito difícil de acontecer no futuro.



White Album 2

Mais um anime adaptado de uma visual novel. White Album 2 foi uma visual novel bem popular na época de lançamento. O drama inserido na visual novel é do estilo Nakige (Clannad, Air) e Utsugi (Saya no Uta). Para quem esta estranhando, é que nos jogos de visual novel é normal darmos termos ao drama inserido nos jogos.

O drama Nakige é como as visual novels da Key, ele vai te apresentar no inicio um slice of life tranquilo e até de comedia, onde no inicio você pensa que é uma historia simples. E do nada começa a personagem a sofrer problemas familiares, doenças estranhas e ate uma morte repentina. O foco do Nakige é fazer você chorar e se sensibilizar com o problema dos personagens. Por outro lado o Utsugi ele tem mais a proposta de te deprimir do que chorar.

O drama Utsugi podemos inserir em animes como: Saikano, Evangelion e Sola. O foco desse drama não é ter um final feliz, ele apresenta um roteiro onde os personagens não tem esperança no futuro. E nesse estilo o final costuma ser triste e depressivo. Se você assistiu Saikano ou jogou Saya no Uta é esse tipo de narrativa que o Utsugi tenta te passar.

O White Album 2 ele te passa o universo desses dois estilos de drama. Então basicamente no inicio do anime ele vai apresentar um slice of life bem padrão para depois começar o drama e depressão. Então basicamente os primeiros episódios desse anime devem ser bem chatos, para depois começar a ter uma boa qualidade na historia.



BlazBlue: Alter Memory

Não preciso nem dizer que esse vai ser o anime mais aguardado da temporada de outubro. Essa vai ser a adaptação de um dos jogos de luta mais populares atualmente, o BlazBlue. O jogo consegue ser um bom jogo de luta com gráficos 2D, alem de ter uma excelente historia de sci-fi.

No modo historia do jogo, cada personagem presencia um acontecimento no universo do jogo, fazendo assim cada personagem ser útil para você entender a historia completa. Então a empresa que vai animar vai ter que ter cuidado para conseguir inserir a historia de maneira coerente, alem de não deixar de lado determinado personagem.

Eles devem saber o quanto os fãs desse jogo estão esperando uma boa adaptação. Afinal até agora os mangas que lançaram do mesmo foram um verdadeiro spin-off para agradar os fãs do jogo, mas nada que contasse a historia original. Nesse mês de outubro vamos ver se eles vão seguir fielmente a obra, ou vão fazer um anime qualquer com fanservice (desde fanservice com golpes e cenas sensuais).

Agora só resta aguardar, mas de qualquer forma mesmo não sendo um anime a altura do jogo, só em ver BlazBlue sendo animado já é um sonho que se torna realidade, agora só falta animarem Mother 3.



Log Horizon

Esse é mais um dos animes que aguardo para essa temporada de outubro. Diferente dos outros citados ele não é adaptação de um jogo e sim de uma light novel. Mas mesmo assim não torna o lançamento do anime menos animador e nem foge do contesto de animes que se baseiam em jogos.

A light novel é do mesmo criador de Maoyuu Maou Yuusha. Mas em vez de ter um herói e um maou, esse anime vai falar de um MMORPG Online. Seguindo a linha do Sword Art Online, um popular jogo online "Elder Tale" é o MMO do momento. Vários jogadores transferem sua consciência para dentro desse universo virtual, para assim fazer amigos, evoluir suas habilidades e matar chefes.

Tudo estava indo bem até o momento que estavam fazendo a atualização do jogo. 30,000 jogadores estavam logados enquanto o mundo era atualizado, porém a atualização não deu muito certo. A atualização deu problema depois que o Windows 8 deu tela azul da morte, fazendo assim dar bug justamente na função de deslogar do jogo. Essa é uma breve sinopse da historia.

Diferente de Maoyuu, o Log Horizon pretende ser bem mais aventura e shonen do que seu outro projeto. Provavelmente muitos dirão que é imitação descarada de Sword Art Online, mas vale lembrar que o light novel de SAO é de Abril de 2009 e Log Horizon é de Abril de 2010. É uma distancia bem curta alem que mundos paralelos virtuais não é algo tão novo assim, afinal temos a serie Hack.



Diabolik Lovers

Uma adaptação da visual novel Otome "Diabolik Lovers" de PSP. Esse vai ser o shoujo da temporada que foi baseado de um jogo bem popular para o publico feminino.

Como em qualquer shoujo que se prese a protagonista é tabua, desastrada e costuma ser sem sal; principalmente se vê coisas sobrenaturais. Rola um boato na escolinha que tem garotos vampiros e que eles são sádicos e dominadores que nem Christian Grey do 50 Tons de Cinza. Só com a única diferença é que eles não fazem contratos, eles agarram a vitima e passa a mão e as pressas em lugares "indesejáveis".

Pelo que da para reparar vai ser aquele shoujo ao estilo Hana Yori Dango. A garota no inicio é atormentada no e sofre bastante, mas aos poucos vai conseguindo pontos de relacionamento, e antes o vampiro de coração preto vai mudando a cor do seu coração para roxo, depois azul, ficando verde, dourado e por ultimo vermelho, onde nesse ponto a garota tem o seu merecido final feliz com o vampiro sádico. Não curto shoujos, sou mais uma ação básica para variar. Mas como o publico leitor feminino de 3 pessoas do blog me recomendaram fortemente, eu pretendo assistir o anime.



Walkure Romanze

De todos os animes esse vai ser o mais do mesmo. A visual novel é do mesmo criador de Princess Lover, que também ganhou um anime, onde o anime ganhou um OVA, só que pra surpresa de muita gente foi um hentai mostrando o que o anime não mostrou. Se o Walkure Romanze vai seguir a mesma linha só tempo dirá.

Animes adaptados de visual novel muito slice of life romântico, na minha opinião não costumam ser algo muito interessante. O roteiro desse tipo de jogo, não é algo muito interessante em ver numa animação. É algo que é melhor aproveitado no próprio jogo, onde no mesmo você consegue ter uma imersão melhor daquele ambiente.

Logico que o publico que gosta de visual novels e jogou o jogo tem mais chances de curtir o estilo do que quem não curte jogos. Mas ao publico geral (pelo menos no ocidente), anime assim não são muito atrativos, apesar que época vi muita gente curtindo Princess Lover, quem sabe isso não se repete nesse anime.

Enfim esses são os animes da temporada de outubro que pegam referencia a jogos japoneses. Quem gosta desse tipo de anime e gosta bastante de jogos, essa temporada vai ser um preto cheio pra você. Quais os animes dessa temporada que você pretende assistir?

Posted in , , | 3 Comments

Tears to Tiara 2 e sua incrível arte.



Mais um jogo da Leaf sendo produzido em ajuda com a Aquaplus. Tears to Tiara 2 é o novo jogo da franquia que pretende atrair um novo público, apresentando assim uma história diferente do primeiro jogo. Uma das coisas que não mudou é que o jogo continua sendo um SRPG assim como no jogo anterior.

Infelizmente Tears to Tiara 2 não tem planos de sair para PC, ele vai ser um jogo exclusivo para PS3. E no momento não tem planos de sair um jogo em inglês no ocidente. Enquanto isso da pra notar uma grande evolução na arte dos personagens, além de CGs magnificas. Nos combates os personagens são representados em modo chibi (algo que não curto) nos combates.







Nos combates os gráficos dos personagens poderia ser melhor. Mas assim como muitas visual novels quando trabalham com personagens em 3D eles costumam representar em modo chibi. Isso deve ser uma forma de diminuir gastos, afinal o foco de uma visual novel é outro. Mesmo assim o novo jogo da franquia está bonito e já tem planos de sair em outubro deste ano.

Posted in , , | 5 Comments